quarta-feira, 2 de abril de 2008

Jovens Poetas poderosos:Brenda, Podrera






"Obrigado pela divulgação Clevane. Fico grato e satisfeito com as impressões causadas. Acredito que buscamos signos para compor nosso Ser-quimérico. Os comentário tecidos por Ricardo Evangelista e pelo chanceler (*)me conduziram para um frenesi de dualidades que habitam meu espectro e que os conservo em redomas infiéis. Forças invisivéis que nos locomovem a dar prosseguimento no que propomos, enquanto pseudo-artistas. Até..."
(LN)

(*) O ator/autor/poeta Lucinao Nunes (Podrera, refere-se ao texto, muito rico, enviado pelo Chanceler do inBrasCi (Instituto Brasileiro de Culturas Internacionais-na Ilha da Madeira, em Portugal - Édison Almeida)

Foto:
Brenda Marques Pena (de boné) e eu, conversamos ao final sarau(flash de Llobus)

Coloridas de Luciano Nunes, em meio à performance(flashs de Brenda Mars).Os efeitos de luz e sombra ficaram fantásticos, dignos de exposição.

Foto de Luciano Nunes (Podrera) em preto e branco:enviada pela Lagoa do Nado (Ricardo Evangelista, organizador),do arquivo do performer.

Brenda Mars, sensível fotógrafa e jornalista, é Cônsul de Poetas del mundo em Belo Horizonte, já apresentou performances em vários espaços da capital mineira, no Brasil, onde reside, mas também em Cuba, Chicago e Paris.

No dia 27 do mês passado(março 2008), na Lagoa do Nado, foi convidada de Ricardo Evangelista, também Cônsul de Poetas del Mundo,coordenador dos saraus de Poesia desse importante e diversificado Centro Cultural, apoiado pela fundação Cultural de BH.

Após sua performance, pela Mulher, quando apresentou o delicado mas forte, emocional, mas erótico universos feminino, através de sua palavra poética - publicados poemas em "Mulheres no Banquete de Eros" (*)e "ME 18"(Mulheres Emergentes)0apresentou-se o instigante Poeta e ator Luciano Nunes ("Podrera"), que homanageava Artaud e Bispo.O primeiro, diretor do teatro francês, o segundo, artista plástico que desperata a atenção do mundo.Ambos internados em nosocômios para doentes mentais, neles produziram intensamente.

O espetáculo, também uma agregação à luta pelo desmanche cruel da internação desnecessária, pelo "Hospital Dia", após cada qual, retorna para casa, convive com arte ,poesia,e passa por processos psicoterapêuticos que , longe de desagregá-los dos familiares, facilitam a integração diária.

Isso evita que pessoas com dificuldades mentais,de resposta à frustrações e ao stress, sejam mesmo abandonadas pelos familiares.

A fotógrafa que há Brenda Mars baterista da Banda CAUTION, Presidente do Imersão Latina, não resistiria a clicar o mis-en-scène de Podrera, um chiaro-scuro muito eficiente para simbolizar a casa mental dos que sofrem.

Publicarei as que dela recebi.

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Divulgação :Diretoria Regional do inBrasCi, em Belo Horizonte, Mg, Brasil e do Imersão Latina.

Cônsul Z-C de Poetas del Mundo

Um comentário: